House – 4×11 – Frozen

9 fev

house11.jpg

Um episódio simples, pelo motivo que a paciente estava no pólo sul e a única forma de contato com o Dr. House é via Internet. Simples, pelo fato que não ter muitas coisas, digo uma equipe de enfermeiras e médicos prontos a qualquer sinal de parada cardíaca, reanimá-la, então tinham que se adequar à situação. Mas, claro, não deixou de ser um episódio brilhante.

House, como sempre tenta que o Hospital funcione da sua maneira. Dessa vez ele quer TV a cabo novamente nas televisões do hospital porque para o desespero dele agora só pagando para ter. Mas o único dia que ele abre uma exceção para a TV aberta são nas terças-feiras (os roteristas fizeram um trocadilho, porque justamente nas terças passa House nos EUA). Então, Cameron (lembra dela?) é uma dos membros do conselho de gasto e House manda seus três novos médicos perturbá-la, claro que não dá certo.

 house-4.jpg

 house-3.jpg

Enquanto ele está resolvendo o problema da TV a cabo, ele também, tenta salvar a paciente no pólo sul. Como em todos os episódios desta série, a doença Lupus está como a possível causadora dos males da paciente para que mais tarde seja descartada. 

 House sempre se mostrou anti-social diante dos pacientes, mas esta paciente mexeu com o velho House que conhecemos, ele se importava com ela. Bem, ela não estava sozinha lá no pólo sul, havia também um mecânico, que House logo sacou que ele estava apaixonado e faria tudo para salvá-la. O doutor, sabia como dobrá-lo, e o fez quando a paciente entra em coma. Não foi necessário House argumentar muito para que o mecânico fizesse exatamente o que Greg queria: fazer um buraco na cabeça dela usando uma furadeira, isso tudo para aliviar a pressão craniana. Que obviamente a salvou.  

Wilson não deixou de sofrer nas mãos do sarcástico melhor amigo. House suspeitou e acertou que o seu amigo oncologista estava de namorada nova, porém literalmente ficou de queixo caído quando viu quem era a nova namorada, Amber uma das concorrentes a vaga na equipe.  A mais competitiva que tentava passar todos para trás, enfim a versão feminina de House.

house-2.jpg

E a paciente, o que tinha? Todos os sintomas nada mais foram causados pelo dedão que estava quebrado.     

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: